31 outubro 2013

Meu tempo cada vez mais escasso !

Oi meninas lindas ! 

Eu queria vir aqui com calma, contar todas as novidades, visitar e comentar no blog de todas...mas a verdade é que o tempo está cada vez mais escasso pessoal (as semanas têm sido crazy viu ? ). 

Mas, para vocês não esquecerem que eu existo, vou fazer um post bem mequetrefiznho para atualizar as novidades dessa falta de tempo que me cerca .
Se antes de se tornar mãe o tempo já era curto, depois da maternidade, então, virou artigo de luxo. 


E eu não estou falando de tempo para ir ao mercado ou ao banco não viu ? Que esse ai nós realmente não temos  e sim daquele precioso dedicado a você.


 A maternidade chega com uma força estrondosa. Vem para ocupar o lugar central e se espalha. 

Nossos filhos têm a hora de comer, a do sono, a de brincar e são totalmente dependentes. À medida que vão crescendo, começam as atividades: escola, natação, passeios... E você está lá, de novo, tendo que  equilibrar tudo nessa  intensa rotina familiar. Sem falar no tempo para ser a profissional de sucesso, a filha dedicada, a dona de casa perfeita, 100 % tudo você não consegue e não se culpe tá ? Porque , fala a verdade ... Sobram cinco minutos para você? Difícil sobrar né ? 

Mias olha, é vital para o equilíbrio emocional que esse tempo seja respeitado. Você precisa ter o tempo de se cuidar um pouquinho também. Vamos começar pelo lado de fora, pela estética. Não há mal algum em se sentir bonita, faz bem para a alma, para a libido, para a autoestima.


 Uma hora na academia ou alguma outra coisa que você goste de fazer não vai torná-la uma mãe menos zelosa.Não escute as más línguas kkkk  Experiência própria , a academia além  do bem-estar, é uma questão de saúde. Se precisar de motivação, lembre que  as mulheres que praticam atividade física são menos estressadas, têm menos TPM, dormem melhor e vivem mais , além de outro ponto super  importante que  é a saúde mental. 

No meu dia a dia como mulher, mãe e professora e esposa, percebo que as mulheres estão sempre tão  ansiosas e sempre correndo: sem tempo para fazer exames de rotina, cuidar de si próprias e até mesmo desfrutar de coisas simples, como um café sabe ? Fazer alguma atividade pro seu próprio lazer, não do parquinho no final de semana , mais um espaço pra seus hobbies e sua vida social trazer alguma satisfação interior e individual .
Todo mãe precisa se sentir linda ,útil, uma boa profissional, uma boa esposa, e também uma ótima mulher !

Então, fazendo um resumo bem básico, SÓ PRA VOCÊS NÃO ESQUECEREM DA MINHA EXISTÊNCIA , kkk, é isso ! Está me faltando o tempo precioso, que encaixando por aqui e por ali , ta dando pra caminhar . 

05:30 - Academia 
08:00 - Afazeres caseiros mais filho 
12:00 - Banho , almoço, filho pra escola 
13:00 - Trabalhar 
17:30 - Universidade 
22:00 - Amor ( Maridão ) kkk

Embora vocês estejam vendo esse horário  por experiência própria,  é possível, sim, criar tempo. Com organização, negociação e ajuda do marido dá para, no mínimo, incluir a Academia na rotina. Como eu fiz ;)





Se dê uma folga, sem culpa por querer ser simplesmente mulher.

Espero que tenham gostado do Parecer ! 
Beijo grande ;*

Thais Lima ;)

24 outubro 2013

Mamãe não gosta de mordida !


Oi meninas !
Aproveitando um tempinho aqui, mais pra registrar essa fase da vida de Pedro em que estão aparecendo ALGUMAS novidades , chatinhas , pra não perder o costume vou registrar aqui ;)
Então, acredito eu que nada deixa uma mãe mais arrasada que pegar seu filho na escola e ver uma marca de mordida em seu braço ou em qualquer lugar né ? Logo quer falar com a professora para saber quem foi, que providências foram tomadas, além do pedido de maior cuidado para que isso não se repita.  Lamento dizer: pedido em vão!
Só que acredito que ainda mais arrasada você fica é quando acontece de não vê-lo mordido mais saber que ELE (seu filho ) está com costume de morder ;/ 
Quando eu digo : (Lamento dizer: pedido em vão!)  É porque  não é por falta de cuidado do adulto que a criança morde, mas por conta de seu momento de desenvolvimento.
Além de conversar com muitas mães de segundas e terceiras viagens kkk ( porque eu sou de primeira ) e também as que já passaram por isso, falei também com uma psico pedagoga que sempre levo Pedro. Dessa vez não foi consulta , foi só um desabafo mesmo , mais ela me deixou bastante tranquila , embora eu já estivesse convencida que até por volta dos três anos de idade as mordidas são normais entre as crianças, não porque ele será violento ou coisa do tipo , mais sim porque isto porque é sua linguagem que ainda não está totalmente desenvolvida. Pedro por exemplo, não fala, ainda não  consegue expressar seus desejos através da palavra, as "agressões físicas" como os empurrões, puxões de cabelo e as famosas mordidas são o recurso mais rápido para responder a um desejo contrariado
Desejo esse que só eles as vezes conseguem entender -' 
Só que além disso, eu notei que Pedro ta numa fase meio que egocêntrica  sabe ? Acredita que o mundo funciona e existe em função só dele , provável que sim , age como se fosse. 
Eu to aqui até pra mostrar que tipo : Aaah pessoal ada de chamar de “monstrinho” ou “malvado” o coleguinha que morder seu filho sabe ? Porque isso não tem nada haver ;/ O objetivo da criança é ter seu desejo atendido, a noção de que causou dor e sofrimento no outro ainda não foi desenvolvida. 
O que você pode fazer é com toda certeza, chamar atenção, falar que tá errado sempre que observar o fato, mas , a noção de que ele causou dor e sofrimento no outro ele ainda não tem por isso não se qualifica como malvado. Até uma certa idade é claro ! 
A integração social é um aprendizado, as crianças não nascem sabendo as noções de boa convivência, muito menos o efeito que suas ações tem sobre o outro e vice-versa, tudo isso é aprendido.


 Pedro usa muito o recurso da mordida para conquistar o brinquedo ou a atenção da gente , ou se quer brincar com a gente e dizemos : Agora não bebe ! Depois ! - Ai ele vai e fica querendo morder ..., se está com ciúme, ou se alguém está dormindo (kkk menos eu, ele me acorda com beijinho - ooun lindo ne ? ). Então de forma  bastante tranqüila e firme, eu mostro as conseqüências da ação dele,  que não é certo morder, pois machuca o outro, que dói e etc . 
Aos poucos, a medida que a linguagem for sendo desenvolvida e as construções sociais adquiridas, as mordidas vão sendo substituídas pelo diálogo. Torcendo que sim ! 
Mais estou certa de que  o melhor é conversar com a criança, não adianta excluí-la do grupinhos de coleguinhas ( não que aconteceu com o Pedro, a professora dele é TOP ! ) ou BATER NELA ( na criança) por conta disso, muito menos válido é morder a criança! Pessoal, pasmem , mais eu conheço caso de pais que acreditam que a melhor maneira de educar seu filho é fazendo-o passar pela mesma situação que causou, gente do céu , alguém concorda comigo que  mordê-lo de volta só irá estimular sua agressividade ?  
Eu fiquei passada quando estudando sobre o assunto , encontrei essa reportagem : Veja o absurdo  , Bebê leva 90 tesouradas no corpo pela própria mãe porque mordeu seu seio enquanto mamava ;O 
Gente do céu, um bebê de oito meses ! Isso se qualifica como mãe pelo o amor de Deus ? 
E olha ... já vi outros ridículos também viu ? Do tipo : Mãe quis bater no coleguinha da escola que mordeu seu filho ! Pessoal, até onde vai o senso de boa noção ? 
A melhor maneira de aprender a conviver bem é experimentado a convivência.
Então, pra finalizar as mordidas são um recurso que fazem parte de uma etapa de desenvolvimento da criança pequena. Alguns usam mais outros menos, mas todas podem usar. Agora só e SOMENTE SÓ se este recurso persistir , ai é que pode ser sinal de que algo não vai bem e precisa ser investigado com maior atenção.
Mais Pedro ainda está em adaptação e não morde sempre sabe ? É mais nos momentos de extremo desejo ;/ 
E ai ? Isso já aconteceu com o/a  bebe de vocês ? 
Boa noite , Thais Lima ! 

17 outubro 2013

Verificando o "Kids Place" !



Oi meninas ! Tudo bom ?

O post de hoje é pra falar um pouco sobre o Kids Place fornecido aqui em Campina Grande , depois de uma rápida viagenzinha que dei pela a Capital da cidade. Embora eu já soubesse dos números , mais pessoal, eu ainda assim me surpreendi : Como aqui não tem acessibilidade para mamães e bebês ! ;O 

Explico : Olha só, certa vez abri um tópico no face pedindo para que as mamães enviassem pra mim umas indicações de onde elas gostavam de ir com os seus bebês , aqui em Campina Grande. E a maioria falou os mesmos lugares, porque ? 
Porque NÃO TEMOS MUITA OPÇÃO ;/ Essa é a realidade , infelizmente ! 

Fui dá uma voltinha nesse feriado com o Pedro e NOOOOSSA, em João Pessoa, pertinho pertinho , não por ser capital mais tem muito mais opção de onde levarmos nossos bebês , cardápio acessível ao público infantil, atratividades, lugares mais acessíveis a família sabe ? 
A intenção do tópico que abri era recolher os endereços e ir a todos tirando foto e verificando realmente como é o kids place de cada um e os cardápios. Mas, por total falta de tempo neste mês, mas sem querer abandonar a ideia inicial, não pude proceder com a "conferência" dos locais um a um.Só alguns lugares ! ;/ Infelizmente ...

Ai eu resolvi, transformar as dicas neste post para que os leitores papais e as leitoras mamães daqui compartilhem suas impressões e indiquem outras sugestões.
Então , foi feita a conferência pessoalmente em todos estes lugares que foram indicações de amigos e informações dos sites de cada estabelecimento e também a MINHA FREQUÊNCIA NESSES LUGARES. Em relação a fotos, alguns não permitiram de todos os estabelecimentos, por total forma de caos mesmo , kkkk, mas posso fazer o apontamento de algum deles por aqui tá ? 



 Lembrando : A intenção inicial não seria essa, queria mostrar com fotos 
O que mais me incomodou nessas visitas e acredito que incomodam vocês também, é sairmos com nossos filhos para almoçar e/ou jantar fora e não receber um atendimento ADEQUADO a mamães que tem seus bebês AINDA DE COLO. Digo atendimento ESTRUTURAL MESMO.

A Organização Social Pará , implantou no último mês de outubro, sete fraldários para proporcionar um ambiente adequado na troca de fraldas com conforto e higiene. Atendendo ao modelo internacional ! 
Os fraldários foram instalados nos banheiros femininos e no banheiro destinado a deficientes físicos, dispostos nos três Armazéns que compõe o complexo turístico.


Ai chego no ponto chave desse post : Quantas e quantas vezes chegamos em um restaurante que não possui fraldário e muito menos cadeirinha de alimentação ? Fora que o cardápio é zero em acessibilidade infantil né ? Aqui mesmo, são poucos que tem a opção de cardápio infantil. 
Isso me revolta --' 

Acredito que os dirigentes desses locais devem pensar que ser mãe hoje é algo mais que natural á anos passados. Quantas vezes você num vê em restaurante mamães e bebês !? É super natural.
Onde está o conforto ? Quem está pensando na higiene dos visitantes que frequentam esses restaurantes ? Onde está a facilidade de trocar seus filhos de forma prática e segura ?

É muito mais higiênico trocar o bebê em um lugar adequado, ( fraldário) , do que num espaço improvisado e inadequado, como em cima de mesas ou cadeiras






A troca das fraldas precisa ficar mais fácil e confortável para a criança né ?
Aiai --' Bom meninas , isso é algo que me revolta sabe ? Pagamos as vezes quase 100 reais em um jantar pra dois, fora cover e gasolina e seu bebê fica a mercê de um desconforto desses ! ;/

Então , pra finalizar , vou listar os restaurantes que eu mais frequento com a minha familia ( marido e filho ) e ai fica a escolha de vocês ! 
Só que eu relembro viu ? O kids Place daqui e o ambiente não se atribui a uma nota 10 , então, visitem , mais relembrem o que eu falei ! 
Todos os restaurantes abaixo eu amo ir , SOZINHA, mais ai quando se trata de levar : FILHO - COM 1 ANO E 3 MESES , ai a coisa complica um pouco por questão de CONFORTO mesmo ! 
Os que mais frequento são :


Boulevard Shopping - Excelente porque tem onde deixar, tem fraldário e tem kids place !
Terraço - Bom , tem fraldário e cadeirinha.
Espetão - Bom, não tem fraldário, só cadeirinha.
Buongustaio - Regular , não tem fraldário,só cadeirinha.
Bar do cuscuz - Bom , tem cadeirinha e lugar de troca.
Tábua de Carne - Bom, tem cadeirinha e lugar de troca.
Chinatown - Regular, não tem fraldário, nem cadeirinha, mais ambiente agradável. 
Subway - Regular, não tem fraldário , nem cadeirinha, mais ambiente agradável.
Chinna Mix - Regular
Restaurante Vila Antiga - Regular , não tem fraldário , tem cadeirinha.

Espero que tenham gostado do desabafo ! kkkk
E vocês , acham o mesmo ?

08 outubro 2013

" Bato no meu filho todo dia ".

Oi meninas ! 
Boa noite.
Coloquei esse título porque eu sabia que muita gente ia acabar clicando já que muitas pessoas ( assim como eu ) acham extremamente errado e desnecessário a frequência da palmada e até agressão a uma criança. 
Aviso: POST LONGO MAS DE EXTREMA IMPORTÂNCIA !
Bom, é o seguinte, esse é um assunto que acho que TODA MÃE passa todos os dias com seu filho : O famoso contar até 10 pra assumir o trampo conjunto chamado : Marido + Trabalho + Universidade + Filho. 
Hoje , especialmente vim trazer alguns aprendizados meus para vocês, em relação a EDUCAÇÃO DOS FILHOS , ASSUMIR O PAPEL DE EDUCADOR .
A gente sabe que não é nada fácil agir com maturidade sempre, que em alguns momentos nós enfiamos o pé na jaca e pensamos : POXA , NÃO ERA PRA EU TER AGIDO ASSIM ! Primeira dica :Respira fundo e não se culpa não, que toda mamãe erra meu bem , e que nesse corre-corre de "Rainha da coméia" perdemos um pouco o controle sim ! 
Eu acredito que essa é, sem dúvida, a primeira coisa que tenho que dizer a vocês , como uma grande experiência que já tive : Não importa se o dia foi estressante, se você está de TPM, se a criança está birrenta,se os problemas não acabam ( só parecem aumentar)  se você não sabe o que fazer pra contornar um conflito ( acontece!) ... É você (pai/mãe) ,é  você quem deve ter maturidade.Você (pai/mãe) é quem tem que ter o controle da situação, você não deve perder o controle porque a responsabilidade é sua.
Nós não temos outra opção a não ser assumir o papel de educador, até temos, mas acho que ninguém aqui busca desistir do filho. É difícil está sempre em controle quando seu filho acaba de quebrar um remédio que você comprou há 30 minutos atrás ? - É DIFÍCIL !
E quando você eStá ali super atarefada com as coisas de casa e ele resolve se jogar pra trás e não parar de chorar até que você o pegue ?  É DIFÍCIL ! 
Só que assumir o papel de pai/mãe é também colocar a criança no seu papel. E qual é esse papel ? De CRIANÇA !
E Por mais óbvio que isto seja, algumas pessoas não se atentam pra isso de que - Pai/Mãe é Pai/Mãe que são adultos e que devem agir com maturidade e que tem o direito/obrigação de cuidar e educar os filhos. E que Filho é Filho  e que são crianças, imaturas, em processo de desenvolvimento, que tem o direito de ser cuidada e educada pelos pais.
Você não vai controlar a situação batendo. Não vai , não dá certo ! Eu já fui vítima disso, e não dá certo, acreditem nessa pessoa traumatizada com surra na vida. Sou contra isso,sei que as vezes queremos dá umas palmadas mesmo , quando estamos no pico do estresse e depois que a poeria baixa , pensamos : AAH NÃO , NÃO ERA PRA EU TER FEITO ISSO !
Eu acredito que o melhor a se fazer de inicio é ter conhecimento sobre a fase que seu filho está passando.Isso ajuda enormemente a entender muitas de suas atitudes.O porquê dele está agindo daquela forma. Eu acredito que entendendo as atitudes dos nossos pequenos, fica muito mais fácil lidar com elas. Além de evitar que tenhamos essas interpretações completamente errôneas como “esse bebê só quer colo porque está mimado”, ou “essa criança fica me testando o tempo todo”, " estou perdendo a paciência" etc.
Eu aprendi isso de forma cruel, e tenho aprendido até. O Pedro já me irritou muito,  em uma fase de adaptação na escola, mudança de rotina, conheceu outras pessoas, a separação que tive do pai dele e isso tudo foi demais pra ele. Ele DEU muito trabalho em questão de irritabilidade , não queria brincar sozinho, não deixava ninguém fazer serviço nenhum dentro de casa, mordia do nada as vezes, trincava os dentes as vezes , dava uns tapas que NINGUÉM ENSINOU as vezes e eu tinha que buscar um controle soberano de onde eu nem sei ,porque tenho aprendido que CRIANÇA É CRIANÇA, criança vê o mundo de forma diferente dos adultos.
Eu senti que eu tava  interpretando as atitudes dele como por exemplo interpretaria as mesmas atitudes praticadas por um adulto. Louca? Não ! Isso é normal de mãe sabe ? Você tá naquele pico e de repente vem seu filho e não quer comer , e ai você tenta com um jeitinho e ele : "TÁ!" - Derruba o prato no chão .Bate mesmo e ainda chora . Sua primeira reação é ? ( ... ) Toda mãe já teve uma primeira reação errada e hoje tô aqui pra dizer a vocês que assim como eu já passei , posso lhes garantir, crianças tem suas fases. Eu sei, é chato quando ouvimos “isso é fase, vai passar”. Mas é a mais pura verdade e devemos também levar em consideração a fase que a criança está passando para interpretar suas atitudes.
Nunca respeitaram as minhas fases, e nunca trabalharam isso em mim, hoje eu tenho gastrite nervosa devido ao excessivo número de vezes que agiram errado comigo. Feio, muito feio. Sem conserto. 
Outra coisa que quero esboçar aqui é : Teimosia ! 
Como eu apanhei pra entender que CRIANÇA PEQUENA NÃO TEM CAPACIDADE PARA OBEDECER – AS ATITUDES DEVEM VIR DOS ADULTOS. Ter consciência de que criança pequena não tem capacidade para obedecer foi um dos melhores aprendizados que eu já tive e que mais me ajudou esses últimos meses, além de evitar uns 50% de estresse do dia-dia.
Esperar que uma criança de 1 ano e 3 meses até 3 anos obedeça é tão inútil quanto pedir para um bebê de 7 meses trocar a sua fralda sozinho. É um trabalho árduo e é necessário que você exerça a disciplina devagar. 
É isso aí gente: criança pequena NÃO OBEDECE. Ponto final. Simplesmente porque ela ainda não tem essa capacidade. O cérebro dela sequer está completamente formado para que ela seja capaz de conter seus impulsos. Muito pelo contrário, nas crianças pequenas, são seus impulsos, suas vontades, seus desejos, que a controlam. E eu ficava muuuuito louca sabe ? Achando que meu filho ia ser o mais desobediente do mundo, e ele hoje é o maior exemplo. Me orgulho disso.
A criança mantem uma relação muito forte com o objeto de desejo, com o que quer fazer, então por esse motivo , é tudo que eles querem !
Muitas vezes já presenciei mães falando : ELE ESTÁ ME TESTANDO. Uma criança quando quer algo, sai de baixo! Ela QUER com todas as suas forças. E fica obcecada pelo objeto de desejo. Grita, esperneia, chora e berra. Assim acontece , se ela QUER muito fazer algo e você disser pra ele não fazer tal coisa, ela não vai te obedecer a priori. 
Ruim né? Mais ó, conselho de psicopedagoga :" Esqueça a obediência até os 2 anos pelo menos, criança precisa ser EDUCADA e não á risca de OBEDIÊNCIA ! " Fernanda Rios
Aprendi uma forma que nós (mamães) podemos educar a criança a ter controle sobre si própria.  Sabe quando ensinamos alguém a trocar de roupa sozinha? Primeiro nós fazemos por ela (o adulto é que troca a criança), depois passamos a ajudá-la a fazer (a gente ajuda a criança a se trocar) e, então, ela passará a fazer sozinha (a criança troca-se sozinha).
Mais ou menos assim sabe ? Pra ensinar a criança a conseguir ter autocontrole, inicialmente, são os pais que devem fazer isso por ela.Primeiro autocontrole dos pais, depois o deles. 
Se a criança quer brincar com uma faca: a responsabilidade é sua (adulto) de retirar a faca da criança. Se a criança quer permanecer em algum local perigoso, a responsabilidade é sua (adulto) de retirá-la do local. Se a criança não quer escovar os dentes, a responsabilidade é sua (adulto) de levá-la a escovar os dentes. Se a criança está subindo em cima de um sofá na casa de uma visita, a responsabilidade é sua (adulto) de impedir tal fato. A responsabilidade é sempre sua. É você, adulto, que vai controlá-la.
E pra finalizar , outro aprendizado que tive foi : Não vou me sentir mais desafiada !
Depois de analisar muito a situação em que Pedro estava, a mudança de rotina dele diversas vezes acontecida, a falta que ele estava tendo de mim e do pai pela a mudança de rotina, entre outras coisas , descobri que ele não me testou , como um dia eu na raiva havia pensado, é um fato ! CRIANÇA NÃO TESTA OS PAIS, OS PAIS QUE SE COLOCAM ERRONEAMENTE NO LUGAR DE TESTADOS.

NÃO SE COLOQUE NA POSIÇÃO DE DESAFIADO, esse é o segredo!
Vamos imaginar uma cena que aconteceu comigo ?
Eu estava em casa e daí Pedro de um ano e três meses vai em direção a uma linda tartaruga da minha mãe. Talvez a tartaruga tenha chamado a atenção dele por andar devagar,abrir aquela boquinha ou até mesmo pelo casco engraçado que ela tem. O Fato é que ele foi ao encontro daquele traiçoeiro animal (Gente, se aquela tartaruga pega o dedo do meu filho, foi-se dedo ! ).
Eu gritei: “Filho, não mexa aí, não coloque a mão na tartaruga!”. Ele obedeceu? Não. São as vontades, os impulsos e os desejos que a controla.  Ela sabe que aquilo é errado e que aquilo vai gerar uma atitude negativa nos pais (talvez é por isso que a criança já faz a coisa errada olhando para os pais. Às vezes até com uma cara feia, esperando e se preparando para a bronca).
Só que por mais que ela saiba que aquilo que ela está fazendo é errado, ela não tem condições de não fazê-lo. Portanto, não interprete essa atitude como desafio. Interprete essa atitude como IMATURIDADE. Afinal, é disso que se trata.
Interpretar a atitude de desobediência como desafio por parte da criança é bem perigoso e poderá causar dificuldades lá na frente.Porque as crianças veem as coisas de acordo com o olhar dos pais,se os pais veem uma atitude agressiva normal, a criança passará a achar esta atitude agressiva normal também, se os pais veem a atitude da criança em desobedecer numa atitude desafiadora, a criança também passará a ver a desobediência dela como uma atitude desafiadora.
Se você olhar a situação de desobediência tal como ela é (falta de maturidade, falta de autocontrole), tais atitudes da criança serão vista por ela mesma dessa forma. E então, além dela não ter necessidade alguma de passar a testar os pais,fica mais fácil ela aprender a se autocontrolar.
E, logo, logo, ela passará a “obedecer”. Ou melhor, ela conseguirá, sozinha, controlar seus impulsos.  Assuma o papel de pai/mãe. Tenha plena consciência de que você é que está no comando. Interprete as atitudes de criança como atitudes de criança.
É importante TER AUTOCONTROLE!

A palmada, além de impedir esse aprendizado – de diálogo entre pais e filhos – ela impede também com que ocorra tudo que está por trás desse aprendizado do diálogo. É basicamente isso: a palmada evita o processo de aprendizado do diálogo e ter autocontrole é de extrema importância.
E, pra aprender a dialogar é necessário, antes de tudo, aprender a OUVIR. É necessário ter EMPATIA, se colocando no lugar da criança, observando a fase em que ela está, sua imaturidade, as mudanças que ela pode estar passando na sua vidinha. É necessário dar atenção ao filho. É necessário observar a criança. É necessário ter tempo com a criança. É necessário aprender como você consegue ser ouvido pela criança. E, também, é necessário criar uma relação muito forte com a criança, uma relação de afeto, de carinho, de respeito, de confiança.
Espero que tenham gostado do meu aprendizado meninas ! 
Boa noite, Beijo grande e até a próxima.

01 outubro 2013

O que eu coloco no carrinho de compras !

Ok meninas !
Todo mundo já sabe que eu já decidi comer melhor, ajustei minha alimentação, e to TENTANDO fazer as melhores escolhas e até passar a levar marmita para o trabalho. –‘
Só tem um pequeno problema, agora que você come saudável, você sempre  fica na duvida de o que colocar no carrinho de compras. Essa é uma dúvida que muita gente tem, principalmente com tantos produtos que se auto-intitulam saudáveis ou naturais, e os pedidos de vocês são sempre uma ordem ;)

O bom mesmo seria que nós pudéssemos comer tudo natural, comida de verdade sempre. No entanto, sendo bem realista com vocês, nem sempre isso é possível.
Então já que vocês me pediram muito pra que eu disponibilizasse uma listinha de compras pra ajudar quem está meio perdido por tantas prateleiras e opções, está exatamente aqui.
Olha só, não consegui fazer o vídeo como eu queria, porque o supermercado estava muuuito cheio, mais dá pro gasto ! kkk   
Uma dica é : Dá pra comer QUASE TUDO que você gosta , é só maneirar nos açucares também ...

Só uma dica : No caso de laticínios, por exemplo, quanto mais proteína, melhor, e nem sempre as gorduras saturadas serão um problema, já que é um produto de origem animal. Já no caso de massas e biscoitos, você deve ficar atento à quantidade de carboidratos, açúcares e os percentuais de gordura presentes, por serem, em geral, de fontes vegetais ruins.
Vamos a lista dos MEUS mantimentos ? ( NÃO DA CASA -só os meus !)
- Arroz (Não uso integral)
-Feijão Verde ou Carioca/ ou grão de Bico
- Macarrão (Não uso integral)
- Iogurte Natural
- Leite Desnatado
- Água de Coco
- Pão Integral  (Plus vita 12 grãos)
- Aveia em Flocos
- Peito de Peru
-Queijo Branco ou Cottage
- Barrinhas de Cereais
- Maçã, Pêra ( Frutas a eu gosto !)
- Hortaliças Preferidas ( Alface , Couve , Hortelã)
-Bife magro
- Peito de Frango
- File de Peixe
- Ovos
- Batata, Inhame, Mandioca, Macaxeira
- Torradas integrais, Bisnaguinhas Integrais
- Polpa de Fruta
-Ades
-Presunto de Peru Light
- Etc ...


Vamos conferir o video ? 




Beijos e até a próxima !



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Mãe com Salto Alto. Todos os direitos reservados.
Editado por: La Cerejinha Design.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo