24 outubro 2013

Mamãe não gosta de mordida !


Oi meninas !
Aproveitando um tempinho aqui, mais pra registrar essa fase da vida de Pedro em que estão aparecendo ALGUMAS novidades , chatinhas , pra não perder o costume vou registrar aqui ;)
Então, acredito eu que nada deixa uma mãe mais arrasada que pegar seu filho na escola e ver uma marca de mordida em seu braço ou em qualquer lugar né ? Logo quer falar com a professora para saber quem foi, que providências foram tomadas, além do pedido de maior cuidado para que isso não se repita.  Lamento dizer: pedido em vão!
Só que acredito que ainda mais arrasada você fica é quando acontece de não vê-lo mordido mais saber que ELE (seu filho ) está com costume de morder ;/ 
Quando eu digo : (Lamento dizer: pedido em vão!)  É porque  não é por falta de cuidado do adulto que a criança morde, mas por conta de seu momento de desenvolvimento.
Além de conversar com muitas mães de segundas e terceiras viagens kkk ( porque eu sou de primeira ) e também as que já passaram por isso, falei também com uma psico pedagoga que sempre levo Pedro. Dessa vez não foi consulta , foi só um desabafo mesmo , mais ela me deixou bastante tranquila , embora eu já estivesse convencida que até por volta dos três anos de idade as mordidas são normais entre as crianças, não porque ele será violento ou coisa do tipo , mais sim porque isto porque é sua linguagem que ainda não está totalmente desenvolvida. Pedro por exemplo, não fala, ainda não  consegue expressar seus desejos através da palavra, as "agressões físicas" como os empurrões, puxões de cabelo e as famosas mordidas são o recurso mais rápido para responder a um desejo contrariado
Desejo esse que só eles as vezes conseguem entender -' 
Só que além disso, eu notei que Pedro ta numa fase meio que egocêntrica  sabe ? Acredita que o mundo funciona e existe em função só dele , provável que sim , age como se fosse. 
Eu to aqui até pra mostrar que tipo : Aaah pessoal ada de chamar de “monstrinho” ou “malvado” o coleguinha que morder seu filho sabe ? Porque isso não tem nada haver ;/ O objetivo da criança é ter seu desejo atendido, a noção de que causou dor e sofrimento no outro ainda não foi desenvolvida. 
O que você pode fazer é com toda certeza, chamar atenção, falar que tá errado sempre que observar o fato, mas , a noção de que ele causou dor e sofrimento no outro ele ainda não tem por isso não se qualifica como malvado. Até uma certa idade é claro ! 
A integração social é um aprendizado, as crianças não nascem sabendo as noções de boa convivência, muito menos o efeito que suas ações tem sobre o outro e vice-versa, tudo isso é aprendido.


 Pedro usa muito o recurso da mordida para conquistar o brinquedo ou a atenção da gente , ou se quer brincar com a gente e dizemos : Agora não bebe ! Depois ! - Ai ele vai e fica querendo morder ..., se está com ciúme, ou se alguém está dormindo (kkk menos eu, ele me acorda com beijinho - ooun lindo ne ? ). Então de forma  bastante tranqüila e firme, eu mostro as conseqüências da ação dele,  que não é certo morder, pois machuca o outro, que dói e etc . 
Aos poucos, a medida que a linguagem for sendo desenvolvida e as construções sociais adquiridas, as mordidas vão sendo substituídas pelo diálogo. Torcendo que sim ! 
Mais estou certa de que  o melhor é conversar com a criança, não adianta excluí-la do grupinhos de coleguinhas ( não que aconteceu com o Pedro, a professora dele é TOP ! ) ou BATER NELA ( na criança) por conta disso, muito menos válido é morder a criança! Pessoal, pasmem , mais eu conheço caso de pais que acreditam que a melhor maneira de educar seu filho é fazendo-o passar pela mesma situação que causou, gente do céu , alguém concorda comigo que  mordê-lo de volta só irá estimular sua agressividade ?  
Eu fiquei passada quando estudando sobre o assunto , encontrei essa reportagem : Veja o absurdo  , Bebê leva 90 tesouradas no corpo pela própria mãe porque mordeu seu seio enquanto mamava ;O 
Gente do céu, um bebê de oito meses ! Isso se qualifica como mãe pelo o amor de Deus ? 
E olha ... já vi outros ridículos também viu ? Do tipo : Mãe quis bater no coleguinha da escola que mordeu seu filho ! Pessoal, até onde vai o senso de boa noção ? 
A melhor maneira de aprender a conviver bem é experimentado a convivência.
Então, pra finalizar as mordidas são um recurso que fazem parte de uma etapa de desenvolvimento da criança pequena. Alguns usam mais outros menos, mas todas podem usar. Agora só e SOMENTE SÓ se este recurso persistir , ai é que pode ser sinal de que algo não vai bem e precisa ser investigado com maior atenção.
Mais Pedro ainda está em adaptação e não morde sempre sabe ? É mais nos momentos de extremo desejo ;/ 
E ai ? Isso já aconteceu com o/a  bebe de vocês ? 
Boa noite , Thais Lima ! 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Mãe com Salto Alto. Todos os direitos reservados.
Editado por: La Cerejinha Design.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo