26 setembro 2015

Morando com o namorado.


Oi Oi gente ! 

Quem mora com namorado como eu dá um oi !
As relações formais de matrimônio são raras hoje em dia, eu  já passei por uma (porque já fui casada) porém sei que hoje acontece mais do que vivo atualmente do que vivi antigamente. Muitos casais de namorados preferem pular a parte do noivado e de um casamento com festa e vários convidados para juntar as escovas de dentes, dividir as contas e morarem juntos, e os motivos ? Variam de acordo com o casal ! 


Coisas que você deve saber antes de morar com o namorado
Como sei que é preciso ter alguns cuidados antes de tomar um passo tão importante para que não se torne uma situação banal e fragilizada, por já ter passado por uma moradia conjunta vim hoje contar a vocês ( depois de muito pedido) como é morar com meu gracioso namorado até esse devido momento e os critérios que usamos para estarmos em perfeita harmonia até o dia de hoje kkk. Nós não somos casados no civil, (embora também já se tenha conversado) porém moramos juntos, o que nos faz um casal cheio de responsabilidades em aspecto financeiro, intimo, individual e de rotina ...
Quem tem o hábito de morar sozinha pode ficar chateada com as mínimas coisas que acontecem como objetos fora do lugar ou a tampa do vaso suja de xixi ( isso nunca acontece aqui com ele, ele não é normal kk) . Parecem pequenas coisas, mas se acontecerem todos os dias podem minar a relação rapidamente se é da mulher se incomodar com esse tipo de coisa.
Eu e o Alisson decidimos morar juntos com 4 meses de relacionamento, para muitos pode parecer uma decisão muito precoce e até é kk só que levando em consideração que eu já morava sozinha e que se foi conversado sobre isso várias vezes durante esses 4 meses, decidimos juntos encarar esse tipo de desafio e então partirmos para os fins. Hoje estamos a 9 meses de relacionamento, 5 desses morando junto. 
As perguntas que sempre nos cercam quando decidimos morar juntos  : Sexo todo dia ? Como ficará a divisão de tarefas ? A depilação será um problema ? Dinheiro pode ser constrangedor ? E a individualidade ? A arrumação da casa como ficará? O acordo entre ambos e idéias como funcionará ?
Tudo muda muito gente, isso é fato ! Já tenho uma certa experiência com isso de morar com alguém e de verdade, é OSSO viu ? kkk Não é tão fácil quanto se parece, você precisa ter muita maturidade, inclusive emocional para isso. Não é fácil dividir TUDO com uma pessoa com hábitos e por vezes até idéias e temperamentos diferentes ou pouco semelhantes aos seus. Por mais que vocês concordem em quase tudo, sempre tem AQUELA COISA que você vai bater de frente. kkk Aqui tem !
Quando eu e o Alisson conversamos, já sabíamos muito bem que tudo mudaria, que não iríamos ter mais " só flores e momentos quentes" frequentemente em nosso relacionamento, que no barco remado também existiria o Pedro e que a adaptação dele deveria ser feita com muita cautela também. Nós nos víamos sempre, só que sempre para ficarmos um com o outro intimamente, diferente do que ia acontecer nesse momento. 
Vamos por tópicos ? 
Sexo - Não é porque vocês irão dormir juntos todos os dias que farão sexo todos os dias. Você continuará chegando cansada do trabalho e vai ter aqueles dias que você vai querer apenas dormir abraçada porque está morta de preguiça. Ou seja, você vai continuar sentindo as mesmas sensações de antes e isso não vai mudar porque agora está morando junto com o seu namorado. Não é deixar cair na rotina, e nunca mais ferver na cama com seu namorado, é que o TODO DIA morre um pouco com o passar das obrigações e cansaços. A regra é manter a chama acessa ! 

Divisão de tarefas - Não há uma casa e um relacionamento que dure se apenas um ficar com todo o trabalho. Mesmo que vocês contratem alguém para fazer a faxina há outras coisas que precisam ser feitas como as compras do mês, a arrumação do armário, se tiver cachorro é preciso saber quem leva ao veterinário, quem dá o banho e escovação e várias outras coisas que vão aparecendo com o passar do tempo. Eu de quebra tenho o Pedro, então já entrei com uma tarefa a mais, que é responsabilidade total minha, embora ele ajude muito com ele. 

Então dividimos todas as tarefas, se não, não funciona ! Odeio arrumar o guarda-roupa, lavar o banheiro, levantar cedo e fazer o café porque não sei fazer café kkk, então essas coisas ele faz. Fico responsável pela comida, pelas finanças (até o dinheiro dele eu organizo), o que está faltando em casa, as compras do mês, toda essa parte técnica administro melhor que ele, as atividades de casa ele adianta até muito pra mim, porque trabalho a tarde e quando chego em casa também dou aula particular, então o que ele pode deixar organizado pra mim ele deixa... como lavar o banheiro, por vezes os pratos e organizar as coisas espalhadas do quarto. 

A depilação - Coisa difícil é conseguir manter a depilação sempre em dias. Quando moramos sozinha temos tempo para nos prepararmos para aquele dia. Mas, morando com o namorado ele estará do seu lado o tempo todo e esse tempinho que tínhamos já não existirá. Além do mais tem aquele período em que os pelos não estão grandes o suficiente para serem retirados e o jeito é esperar e fazer tudo no escurinho da noite. Por vezes comentei com ele que nunca via ele de barba quando apenas namorávamos, hoje já vejo ! Que tenho pavor , vale se alentar kkk 

Dinheiro -  Ah , o dinheiro. kkk Esse sim é o divisor de águas pra mim. O financeiro meche muito comigo, e se alguma vez brigamos nesta casa, foi pelo dinheiro ! Dinheiro é sempre constrangedor. Ainda mais no começo que ainda esta se pegando o embalo da intimidade financeira. 

Falar de dinheiro com o namorado pode ser um pouco constrangedor, mas é um mal necessário. Afinal, você não vai querer pagar todas as coisas sozinha vai? Todas elas dobrarão de valor até porque agora são duas pessoas ( no caso aqui são três) , o aluguel é a única conta que fica mais barata se você não precisar mudar para uma casa maior, acredite. Sente com ele e defina, de acordo com o que cada um ganha quem vai pagar o que. Por exemplo, quem ganha mais pode ficar com a alimentação que é a mais cara de todas. 

Eu sou muito organizada financeiramente, o Alisson não. Isso já foi um problema, até que ele com total analise chegou a conclusão que ainda não tem maturidade financeira e deixou eu tomar de conta de toda essa área. Então o que der errado agora, foi por causa da minha total falta de planejamento. kk Responsabilidade.  

Individualidade- Pra fechar , nada melhor ! Manter o mínimo do espaço. As mulheres precisam ter cuidado para não transformarem as suas vidas nas vidas dos namorados. Muitas se moldam para que a vida dela caiba na dele, mas isso não é necessário. Não é porque vocês estão morando juntos que precisam ficar 24 horas do dia juntos, se acontecer tudo bem, embora tenha que se procurar um momento só seu quando isto acontecer. A vida privada de cada um é essencial para manter um bom relacionamento. Como sentir saudade de alguém que passou o dia inteiro do seu lado? Impossível!

Eu e o Alisson temos a manhã juntos, para resolvermos coisas de nossa responsabilidade. Quando decidi voltar á escola, logo pensei em um turno da tarde mesmo, porque ele trabalha também a tarde, então eu queria que existisse essa ligação dos horários ausentes dos dois. Quando chego, ele ainda demora bastante pra chegar, então tenho o meu tempo sozinha SEM ELE mais com o Pedro kkk. O dele já é mais difícil, embora já resolvido nos finais de semana que ele acorda para jogar com os amigos ! 

Bom... O assunto é cheio de detalhes e terei que fazer um outro post sobre isso. No mais, para uma primeira parte é o suficiente. Temos vivido bem assim. kkk Ele é uma pessoa muito carinhosa e muita prestativa, me ajuda bastante, de vez em quando batemos de frente sim em algumas opiniões, porque eu não sou fácil kkk, mas, ele tem se saído bem. 

>>Se gostam do Blog e querem ajudar ele crescer, não deixem de curtir a nossa fan page e sempre que quiserem compartilhem e curta as postagens que aparecem lá.<<
Beeijo meus amores !


23 setembro 2015

Ana Paula, 18 anos, SC #realidadesdeUMAmãe

Oi meninas

Meu nome é Ana paula, tenho 18 anos.




Meu pai faleceu quando eu tinha 11 anos, minha mae não queria continuar morando na mesma cidade então vinhemos morar em uma cidade vizinha. Aqui alugamos uma casa e estavamos seguindo a vida. Um ano depois conheci um rapaz mais velho do que eu. Na época eu tinha 12 anos e ele 30, não foi surpresa porque sempre foi assim, sempre me senti atraída por rapazes mais velhos mais daí começamos a namorar com a autorização da minha mãe, claro, e um ano depois um baque, minha menstruação não veio, falei com ele e ele comprou um teste de farmácia que deu positivo.

Minha reação foi de choro, medo, angustia, mas em momento algum pensei em aborto.Jamais!

Depois de fazer o teste, ele me ligou e perguntou o resultado e eu menti dizendo a ele que tinha dado negativo e terminei tudo com ele! Não contei sobre a gravidez com ninguém,ninguém sabia de nada, eu estava confusa demais... Até que no sexto mes nao tinha mais como esconder e minha mãe certo dia entrou no meu quarto e foi bem clara e direta.Ela disse: filha não adianta esconder que eu sei da verdade!

Eu fiquei em choque e confirmei a gravidez á minha mãe. Minha mãe foi bem compreensiva comigo porque ela tbm teve uma gravidez precosse, então ela marcou consulta no mesmo dia e me levou... Chegando lá o medico pediu um ultra com urgência e muitos exames.

Graças a Deus estava tudo bem e era uma menina linda, minha filha Jenifer. Depois da consulta minha mãe chamou meu marido e contou toda a verdade, ele ficou muito bravo comigo por eu ter escondido a gravidez e ao mesmo tempo fez com a noticia.

Entao nós contruimos nossa casa e fomos morar juntos.Minha bebê nasceu com 4.665,bem gordinha de parto normal ,tive duas paradas cardíacas depois do parto mais depois ficou tudo bem.

Três anos depois, já cm 17 anos engravidei de novo, mais essa foi planejada, já tínhamos a casa propria, um carro quitado e um moto também. Estamos no sonho pro segundo filho e ficaria tudo perfeito. Planejamos e em um mês eu já estava grávida, foi bem rápido. Dessa vez gravida de um menino , felicidade em dobro. Luan !

Dia do parto e infelizmente meu Luan nasceu com uma má formação no coração. Ele ficou conosco apenas 29 dias e faleceu. Isso me destruiu, eu fiquei arrasada , e de verdade não desejo pra niguem a dor da perda de um filho , doe demais! Por vezes ainda doi, mais tenho que ser forte pela minha filha, ela e meu marido precisam de mim.

Hoje estou com apenas 18 anos, casada a 6 anos gracas a Deus ! Amo meu marido e minha filha, a dor da perda foi grande mais estou aqui em pé. Faz 4 meses que meu filho se foi e agora enfrento uma nova face da vida.

Sou tentante assumida e espero ganhar meu positivo logo logo !




21 setembro 2015

Já ouviram falar na Eritroblastose fetal ?

Oi gente ! 

No post de hoje vim falar sobre um assunto que já queria falar aqui mais estava sem tempo.

Já ouviram falar da Eritroblastose fetal ?

O problema se manifesta durante a gravidez de mulheres RH negativo (como eu)  que estejam gerando um filho RH positivo ( que não foi o caso do Pedro). 

Eritroblastose fetal, também conhecida como Doença hemolítica do recém-nascido é causada pela incompatibilidade sanguínea do Fator RH entre o sangue materno e o sangue do bebê. 

Para que isso aconteça, o pai da criança precisa necessariamente ter o Fator RH positivo.

Vou explicar mais ou menos como acontece se o bebê for fator RH positivo : As hemácias do feto, que carregam o Fator RH positivo desencadearão um processo no qual o organismo da mãe começará a produzir anticorpos. Estes anticorpos chegarão até a circulação do feto, destruindo as suas hemácias. É desta maneira que a Eritroblastose se origina.

A Eritroblastose fetal pode causar a morte do feto durante a gestação ou depois do nascimento. Outras conseqüências da doença podem ser deficiência mental, surdez, paralisia cerebral e icterícia.

Não sei se comentei aqui antes, eu sou fator RH negativo e o que se temia no dia do meu parto era que o Pedro fosse RH positivo e eu ainda não tinha tomado a vacina de prevenção gamaglobulina anti- RH, e no dia eu me desesperei né ? Porque a vacina demoraria pra chegar e eu só teria a maternidade ( ISEA) como saída ao parto até pela segurança e prevenção. 



Para determinar a gravidade do problema, é possível fazer exames através do líquido amniótico. O tratamento de bebês que nascem com o problema pode incluir uma transfusão total de sangue. O bebê recebe sangue RH negativo, que não é destruído pelos anticorpos da mãe presentes no recém nascido, pois não têm o antígeno. Depois de um certo tempo, as hemácias RH negativas do bebê são totalmente substituídas por outras RH positivas.

Hoje estava conversando com uma amiga sobre isso e comentamos que muita gente ainda tem dúvida de como agir e se proteger da eritroblastose fetal, mais é simples : 
a mãe RH negativo que tem parceiro RH positivo pode receber gamaglobulina anti-RH por via injetável logo após o nascimento do primeiro bebê RH positivo. Essa substância bloqueia o processo que produz anticorpos contra o sangue RH positivo do feto. A mãe recebe uma dose passiva temporária de anticorpos que destroem células sanguíneas RH positivo, impedindo assim que a mãe produza anticorpos permanentes. Simples !

O pedro nasceu fator Rh negativo ( O-) igualzinho a mamãe , e eu fiquei muito feliz de saber que alguém em minha família teria o mesmo tipo sanguíneo que eu, já que só o meu filho, e a minha avó que faleceu é que poderiam me contemplar caso precisasse. 

Vocês sabem mais ? Deixa aqui algo sobre o assunto, vou adorar ler sobre ! 

19 setembro 2015

Biquíni HOT PANTS ou cintura alta !

Oi Oi estilosas ! 

Não é de hoje que os biquínis Hot Pants, ou seja, aqueles que possuem calcinha com cintura alta, tem aparecido no verão brasileiro, mas, neste verão em especial, eles estavam mais presentes e estão ganhando a cada dia mais adeptas, como celebridades e blogueiras.
Confesso que a tendência é super polêmica, do tipo: “Ou você ama, ou odeia.”
 Eu suspeita a dizer, visto em minhas redes sociais : AMO ! 


No verão passado eu usei um de modelo shortinho, um pouco mais comportado porque eu ainda tinha  minhas dúvidas de como ficaria em mim,



Apesar de achar super charmoso porque eu adoro esse estilo vintage,retrô. Acho chique e muito feminino!


Eles são lindos na minha opinião, porém antes de compra-los você precisa ficar atenta aos prós e contras desse modelo tão polêmico. O primeiro ponto a se levar em conta quando se realmente pensar em comprar um deles é saber do seu estilo, se você realmente vai usar ou vai apenas comprar por “empolgação” ou modinha.
Quando comprei e provei eu fiquei simplesmente apaixonada e só pensei nos pontos positivos kk não vou mentir que os pontos negativos nem vieram em minha cabeça.Eu não sei se isso já aconteceu com alguém que irá ler esse post , mas foi simplesmente amor a primeira vista, quero muitos ! kkk Esse com botões do lado são os que mais almejo ! 



Apontei alguns prós e contras abaixo pra vocês, embora eu só tenha dado realmente olhar a um ponto negativo. Vamos aos pontos...
Prós:
– Conforto: Não há dúvidas que os biquínis de cintura alta são mega confortáveis e dão liberdade, com eles não precisamos nos preocupar se estamos mostrando demais e até ficar com medo quando vem uma onda super forte. E para nós mamães nem se fala no conforto... excelente ! 
Para as meninas que não abrem mão do conforto como EU, está ai uma excelente opção.
– Disfarce da barriguinha: Se não conseguiu ficar em forma para esse verão e não quer mostrar as gordurinhas extras , os biquínis com cintura alta serão seu melhor amigo, já que eles disfarçam sim as gordurinhas indesejadas.
– Alongar a silhueta: Pode não parecer, mas, os biquínis com cintura alta alongam a silhueta, ou seja, eles deixam as pernas mais alongadas e se suas pernas estão bonitas não perca tempo em mostrá-las por ai.
Uma ótima opção para as baixinhas!

Contras:
– Marquinha:  Ta aí um contra que encontrei, incomodou um pouco mais eu consegui resolver isso com um bronzeamento extra pós uso. 
Para as meninas que são fissuradas por sol e não abrem mão de um bronzeado bonito e aquela marquinha, fujam desse modelo de biquíni. Só usem caso não se importem em ficar com uma marquinha gigante na parte de baixo, estilo “calçola” como as que odeiam falam. O modelo é quase sempre acima do umbigo, então a parte que fica coberta não brônzea.  
No meu caso eu jamais usaria o modelo para pegar sol. Acho um modelo super elegante para usar nos finais de tarde, para passear na praia ou em volta da piscina.
– Atenção: Se você é do tipo que adora atrair todos os olhares na praia, use e abuse do modelo. Já se gosta de passar despercebida na praia, é melhor continuar nos modelos comuns. Por não ser muito comum chama sim a atenção e digo que até mais do que os famosos micro-biquínis. 
– Sexy: Apesar de nós mulheres, acharmos o modelo bonito e elegante, alguns homens não aprovam muito os biquínis Hot Pants e seu namorado/marido, pode estranhar e até reclamar do modelo, que no caso comigo não aconteceu, meu namorado amou, acho estranho isso de alguns homens não gostarem porque são tão comportados os modelos que eles deveriam amar né ? Enfim, opiniões diversas. Mas, se você é como eu e não se deixa influenciar pela opinião masculina, use os biquínis de cinta alta sem medo.
Mesmo com calcinha grande e que tampa o bumbum quase em todos os modelos eu acho sim o modelo sensual e sofisticado, afinal, as pin-ups (grandes adeptas do modelo nos anos 40/50), faziam o maior sucesso com os meninos. Quem não gosta do estilo pin-up?

Uma dica bacana para quem possui piscina em casa ou prédio, é começar a usar o modelo nesses locais primeiro, se gostar voilá!




Agora eu quero saber, quem se arrisca no Biquíni Cintura Alta/ Hot Pants? kkk

18 setembro 2015

Diário de Viagem pós feriado.

Oi Oi gente ! 
Tudo bonzinho ? 

Essa semana passada estive ausente aqui no blog porque decidi que eu estava precisando do meu feriado de todo jeito, mesmo que ele não tenha acontecido no dia exato. 

Na semana do 7 de setembro, tive que ficar em Campina Grande, a trabalho extra e não pude viajar, visto que eu merecia de todo jeito uns dias de descanso, decidimos ( eu e o Alisson) que precisávamos de um tempo nosso na próxima folga. 


Combinamos e ... logo ficou pro final de semana seguinte kkk E lá fomos para velha visitada João Pessoa pelo menos sentir a maresia e tirar esse estresse desse correria louca que nos cerca aqui em Campina Grande. 

Eu sou suspeita  a dizer, mais as viagens com ele são sempre uma delicia, ele é muito divertido, me leva sempre nos melhores lugares, e vamos sempre acompanhados de um casal de amigos que nos completam nas macaquices kkk.


Nos hospedamos em uma casa muito confortável próximo a uma praia bem tranquila , praia de realmente descanso, não sei se já conhecessem a praia formosa, fica em Cabedelo ( EU FIZ VLOG, LOGO LOGO SAIRÁ).

Fomos de ônibus, o que nos custou muito pouco ( amo viajar de ônibus), assim que chegamos na sexta fomos ao supermercado mais próximo ( sorte que tinha a rede todo dia lá ) e compramos algumas coisas para fazermos uma janta em casa e ficarmos batendo papo no primeiro dia, já que o enfado da viajem provavelmente iria nos consumir. 

Feito isto ! Fizemos um macarrão de pizza delicioso e conversamos até tarde... até que o sono veio e fomos dormir para no outro dia pela manhã irmos á praia. 

No outro dia, o Alisson fez o café e fomos á praia. Chegando lá , tivemos a primeira surpresa, PRAIA PRATICAMENTE NÃO HABITADA kkkk, muito tranquila pessoal, de onde nos hospedamos não gastávamos 10 minutos para chegar andando, além de ser antes das dez da manhã a praia realmente era bem tranquila , bem família  e fizemos a farra, alugamos a praia kkk,( em alguns momentos até me arrependi de não levar o Pedro , mais como a viajem era aproveitar o tempo com o Alisson tava valendo ) viramos moleques na praia e de tudo aconteceu , brincamos, nadamos, namoramos, aproveitamos a maresia, tiramos fotos que a manhã passou e não vimos.  



Voltamos para casa e como a praia não tinha praticamente muitos quiosques e queríamos beber, bater um papo e tal... fomos ao supermercado novamente e compramos bebidas e carnes e usamos a churrasqueira da casa para fazermos o nosso churras da tarde né ? 
Preciso contar como foi ? KKK Nem precisa né ? Uma maravilha,tudo que eu realmente estava precisando ! 

Ressaca garantida ? Nada ! Dormimos um pouco até a noite chegar e decidirmos ir ao shopping de Manaíra. Nessa noite , não sabíamos que estava rolando um show de forró romântico em uma casa de show de lá, e pegamos um alternativo rumo ao divertimento. 

No outro dia acordamos, e eu com minha brilhante ideia de ir á outra praia pegamos um ônibus sem destino até que encontramos uma seta que indicava : Praia do poço ! kkk
Puxamos a cordinha e lá vamos nós para essa praia do poço. 

Geeeeeeeeente, que maravilha de praia era aquela ?!




A praia não rochosa como a anterior ( Formosa) nos surpreendeu com lindas paisagens, e uma ilha maravilhosa da areia vermelha com um recife de corais perto que só pra deu pra gente ! (AIN, QUANDO EU LEMBRO). 

Só que isso só foi possível ser conhecido por nós porque porque porque ? kkkk Porque a matraca aqui ficou aperriando de novo o namorado para navegar em um barco que estava saindo para ilha quando estávamos lá na praia prestes a entrar em um club de piscina que todo mundo já conhece né ?





Gente, como é bom sentir a maresia, o vento, a sensação de estar cercado por todo aquele mar, mais em segurança né? kkk Porque ... fora do barco não rola pra mim kkkkkkk. 




Voltamos da ilha por volta das 12:30 mais ou menos ,subimos no barco para voltar para praia, chegando almoçamos, compramos uma bola, jogamos vôlei na praia... Passado isso, lembramos que tinha muita cerveja ainda no frezzer, mais eu e minha amiga estava com muita vontade de comer pizza a noite e sabíamos que se bebêssemos iria faltar pique pra ir á pizzaria a noite. Então, fomos tirar o sal na água doce e esperar a tardezinha chegar e deixar as cervejas para noite. 

Tiramos a tarde pra ficar á sós literalmente... depois de namoramos fomos assistir o jogo do flamengo, porque o Alisson não é torcedor , é doente pelo flamengo kkk E graças a Deus que ele ganhou , placar final 3x1 ... até que a noite chega e conseguimos achar, não muito longe, uma pizzaria com um rodizio que nos surpreendeu, porque fora não parecia ser das melhores, mais quando a pizza chega, gente do céu que delicia de pizza viu ? Melhor do que muitos daqui de Campina Grande que fui. 





Nesse dia dormimos tarde, porque quando chegamos fomos beber , conversar, comemorar a vitória do Flamengo e brindar a nossa segunda viajem perfeita juntos. 


E é isso ! Aqui fica meu diário de viagem pós feriado com meu namorado e meus amigos, até porque no outro dia voltamos para casa por volta das 9 da manhã. 


O vlog logo logo sairá, acompanhem !
>>Se gostam do Blog e querem ajudar ele crescer, não deixem de curtir a nossa fan page e sempre que quiserem compartilhem e curta as postagens que aparecem lá.<<
Beijo.



03 setembro 2015

Luana Natyele, 16 anos, Campina Grande PB

Oie meninas, meu nome é Luana, escrevo para o blog : E aí, Dresch? 

Tenho dezesseis anos, mas engravidei com 14 lá em meados de dezembro. Eu descobri que estava grávida quando fui para um parque de diversões ,imagina o susto né? Fui em um brinquedo que se chama kamicaze algo assim, quando desci do mesmo na mesma hora fiquei pálida mas não desconfiei nadinha! Alguns dias depois contei pra minha mãe o que tinha acontecido, ela mais experiente já imaginou o que seria e me levou para fazer o exame... Ela já imaginava pois eu já namorava a uns dois ou três anos por isso ela deduziu, e num é que ela acertou? Fui fazer o exame e uma coisa que achei engraçado foi que neste dia minha mãe estava sem óculos, pois havia esquecido e a recepcionista disse: " - O exame está pronto!" minha mãe olhou pra mim eu olhei pra ela e ela pediu a uma mulher que estava do nosso lado para que lese o resultado, pois nem eu nem ela estava com coragem de ler aquele POSITIVO.


Foi um pouco difícil, pois na época iria fazer o 9ª ano do ensino fundamental, quando descobri que estava grávida. Como disse um pouco a cima eu já namorava a uns três anos, ele soube que iria ser papai alguns dias depois e como eu ele ficou feliz e ao mesmo tempo "O que a gente vai fazer?"

A gente sempre teve orientações sexuais tanto na escola quanto em casa, assim que minha mãe soube o que fizemos me levou no ginecologista e ele foi junto, ele sempre me acompanhou. E n-ã-o, não foi uma gravidez indesejada, eu já tomava a dois anos os ante e quis parar então foi p-l-a-n-e-j-a-d-o! O Rafael sempre quis participar da minha gestação em todos os pré-natais ele estava comigo me acompanhado e também nas ultras. Pena que o nascimento da nossa baby ele não conseguiu acompanhar porque ela quis vim antes do tempo previsto. E os meus estudos nunca pensei em desistir porque agora eu tenho uma nova vida, e uma princesa para cuidar, na minha gestação eu parei os estudos por motivos que fiquei abusada da escola e das pessoas da minha turma por conta da gravidez, por isso desisti. Mas assim que minha baby nasceu alguns meses depois voltei a estudar só que no período da noite que era onde minha mãe ficava com ela. O tempo é um pouco corrido sim pois tenho o blog, estudo, cuido dela e namoro, mas nada que abale e pense em desistir! Também sofri preconceito por ter sido mãe jovem, perdi as contas do quanto as pessoas olhavam( e olham) torto, apontavam o dedo e faziam comentários maldosos, mas nunca me importei quando via alguém olhando passava a mão na barriga... Ser mãe é simplesmente maravilhoso, pois é ali, naquela anjinha que esta todo o meu amor, minha força de vontade, minha garra, minha sensibilidade e ao mesmo tempo o poder de se entregar e virar uma onça para protege-la de tudo, é o dom de enfrentar o mundo sem medo apenas para poder olha seu bebê crescer, vê-lo sorrir ou dormir tranquilamente, e saber que você faz isso por ele, e o melhor de tudo é você ter consciência de que ELA sabe disso, que é você quem luta e sempre lutará por ele, é se sentir completa e orgulhosa ao ouvir um “mamãe” mesmo que seja no meio da noite, é se emocionar ao ouvir um “mamãe amo você”. 

Enfim, ser mãe é ser completa!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Mãe com Salto Alto. Todos os direitos reservados.
Editado por: La Cerejinha Design.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo