14 dezembro 2015

Cantinho da disciplina - Parte I


Oiiiiiii pessoas lindas do meu coração ! 


Comentei lá na Fan Page do blog ( quem ainda não curtiu , curte curte ), que já fazia um tempo que aqui em casa eu usava o método do cantinho da disciplina com o Pedro, só que eu procurando por aqui vi que esqueci de falar como tudo funcionou e até mesmo dá umas dicas de como tudo deve funcionar pra quem ainda vai tentar, claro ! Aqui funcionou bem, posso adiantar. 

Eu fui criada com surras e eu confesso : Não gostava nem um pouco delas, e não ajudaram em muita coisa, a não ser criar uma revolta muito grande em mim. EU SOU CONTRA A SURRA SIM ! Eu iniciei o método aqui quando o Pedro completou 1 ano e 10 meses precisamente, no começo ele não aceitou bem, foram quase dois meses pra que ela pudesse funcionar mesmo.Acho que eu deveria ter iniciado com 2 anos ! No começo eu não usei as plaquinhas, mas isso fica a seu critério, eu não usei porque eu queria estimular PRIMEIRO nele o hábito de me escutar associar o que ouviu, pra que o próximo passo ficasse com a associação das imagens quando ele já estivesse acostumado com a ideia do CANTINHO. 

As plaquinhas você imprime de acordo com as necessidades de desobediência de seu filho, eu usei o comum do Pedro, não adiantava eu colocar a regra na parede : Não bata no seu irmão se ele não tem irmão. Eu coloquei na parece APENAS as plaquinhas dos erros mais comuns do Pedro, jamais colocarei uma plaquinha com um erro que ele não cometa para estimula-lo a cometer com a imagem vista ( por curiosidade entendem ?) kkk. 




No inicio se acontecer de seu filho testar os seus limites com as regras e a resistência de obedecê-las, você precisa ser firme e manter a calma , se não, você estará estragando tudo com suas próprias mãos. 

Antes de começar devo comentar que, eu acredito nas regras do cantinho da disciplina para como o nome mesmo diz , DISCIPLINAR em relação a alguma DESOBEDIÊNCIA. 


MÉTODO DO CANTINHO DA DISCIPLINA

1. Apresente as regras da casa à criança; explique a ela, o que pode e o que não pode fazer. Para isso, agache-se e fique na altura da criança; olhe nos seus olhos e fale com firmeza e autoridade não grite.

2. Cada vez que a criança desobedecer ou descumprir uma regra, chame sua atenção e diga a ela porque não pode agir daquela maneira; lhe dê uma ÚNICA advertência.

 Isso é muito importante, porque você dá à criança a chance de obedecer ou de se redimir de alguma coisa errada que fez e, a condicionará a obedecer logo na primeira vez que você chamar a sua atenção.Importante também que você não grite, não altere seu tom de voz, sempre fale com firmeza e autoridade; não perca o controle, pois a criança deve perceber que você está dominando a situação. E talvez ela faça você perder. NÃO RIA, pois se isso acontecer, além de não cumprir a sua ordem, ela perderá o respeito por você. Falo isso por que as vezes dá uma vontadezinha.Muitas vezes a criança irrita os pais propositalmente, para testar a sua paciência e ganhar espaço para agir livremente. Tente diferenciar desobediência de provocação. Se a criança estiver fazendo uma provocação, o melhor caminho é ignorá-la. Assim, com o tempo, ela perceberá que suas provocações não surtem efeito, deixando de agir desta maneira.

3. Caso ela ignore a advertência, se você tiver as plaquinhas que você mesma pode produzir em casa ,agache-se à sua altura e sem alterar a voz, vá até as placas de regras e diga a ela qual regra ela desobedeceu, e por este motivo, ficará no banquinho ou no tapetinho por tantos minutos (um minuto por idade). Caso ela resista, segure-a firme até completar o tempo. Ao final, repita para ela que ficou ali por ter desobedecido tal regra e peça que ela peça desculpas (caso isso não aconteça, deixe-a novamente o mesmo tempo que ficou, até reconhecer seu erro e pedir desculpas). 

 Importante que ela demonstre arrependimento do que fez e que entenda que para cada regra desobedecida, existe uma consequência para os seus atos.  Importante também, que ela perceba que deve obedecer aos pais e respeitar sua autoridade. 
Não fale repetidas vezes a mesma coisa, explique tudo uma única vez.
Depois, peça também um abraço e um beijo. Esta atitude, servirá para demostrar o carinho entre vocês e selar a paz. Importante que ela perceba que você a desculpou e demostre seu amor por ela.

4. Leve a criança ao cantinho da disciplina quantas vezes forem necessárias. No começo será difícil, mas tudo é um processo. O importante é que vocês pais, se policiem, e não deixem que antigos hábitos (como, por exemplo, chineladas e xingamentos) voltem a fazer parte da rotina. Caso contrário, esta metodologia não funcionará.

Aqui em casa uso a caixa de confisco , muito antes de estabelecer as regras eu sentei com ele e pedi que o Pedro separasse os brinquedos que ele mais gostava , peguei-os e os coloquei em uma caixa e expliquei que ele tinha que conquistá-los. Como ? O
bedecendo as regras de disciplina ele poderá escolher um brinquedo da caixa de confisco. A caixa pode fica em cima do guarda-roupas da criança. Interessante que deixe a caixa em um lugar alto para dar a ideia de conquista. 





  • Claro que falar é mais fácil que agir, mas o importante é você amar seus filhos e querer para eles o que há de melhor. Tenha paciência e eduque-os de maneira adequada para que no futuro possam ser adultos felizes e responsáveis.








    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
    © Mãe com Salto Alto. Todos os direitos reservados.
    Editado por: La Cerejinha Design.
    Tecnologia do Blogger.
    imagem-logo