19 maio 2013

Trabalho x Amamentação

Olá mamães !

Dividir um caso tão questionável entre as mamães de plantão hoje , começando pelo o seguinte relato :

Quando  eu estiver com muito sono e louca pra virar na cama, e não posso , eu penso : só faltam dois meses para completar o primeiro ano de amamentação e quem sabe, agora, posso começar a colocar o Pedro pra dormir no quarto ao lado ou fora da minha cama.
O problema é o seguinte eu, agora, que já passei os 6 meses exclusivos e quase o primeiro ano de muito peito pra dormir e com papinha em pedaços, resolvi adotar a curtição, o  futuro sem o peito me espera ;/


  (Nessa foto meu marido conseguiu registrar o momento : " Quero Mamar " de Pedro ! kkkk)



Pois é !
É exatamente assim que me sinto diante do velho dilema: trabalho x amamentação. Tudo parece impossível quando a gente ainda só imagina (e planeja) a amamentação com a volta ao trabalho. Acredito que esta é uma fase mais pensada pelas as mamães, onde sentimos o futuro, e temos certeza absoluta de que é preciso agir agora pelo menos em pensamento pra podermos agir no futuro sobre isso .

E foi o que aconteceu... aproveitei a curtição, o presente e o agora ... E neste momento estou mais preocupada em saber como que vou começar a tirar , porque como foi dito , depois de doentinho por conta dos dentes a dependência dele pelo o peito agora voltou a ser quase que 50 % , então , ele não mama só quando vai dormir a noite agora, mama também quando dorme durante o dia, e levando em consideração que ele dorme 3 vezes ao dia , ja viu né ? Voltei mil passos atrás e agora ele voltou a mamar NOVAMENTE 3 vezes ao dia de novo ;/

Na verdade ,não quero tirar totalmente porque não senti esse desapego dele pelo o peito,ele gosta , ele quer e sou super a favor a defesa da amamentação ,só que é assim, bem devagarinho, porque aqueles momentos de prazer vão ganhando um ar de tortura onde há a certeza de que não dá pra amamentar quando se estar trabalhando!

Já trabalhei uma vez os dois turnos quando ele completou 7 meses, não aguentei, sai , e entrei em outro agora que só trabalho um dia na semana, então ... Tá mais fácil manter isso agora ... mais antes era terrível, todos os dias , os dois turnos, não aguentei nem 2 meses direito ;/;/
Mais com base nisso , quero passar a experiência depois de uma lástima que escutei semana passada...
A frase foi : Eu não quero investir nessa defesa pela amamentação ! (Escutei)

Não é fácil amamentar com a volta ao trabalho, mas é possível sim. O primeiro desafio é enfrentar sua imaginação. Esqueça AGORA como será os próximos meses e mergulhe o peito na boca do seu filho que ainda não tem nem 6 meses direito , não acho legal  pensar no amanhã, viva o presente e durma, durma, durma e durma bastante, sempre digo , por experiencia não vivenciada que  o descanso  é um fator de sucesso em uma boa amamentação.







Na volta ao trabalho, eu  confesso que, desta vez, foi o dia mais feliz da minha vida, mas algo dentro de mim resgatou os inúmeros choros desesperados, que eu  vivenciei na minha primeira volta ao trabalho. Naquela época, eu ainda não tinha conquistado meu modelo professora infantil sabe ? Como ainda é muito novo pra mim, até porque lembro mais ainda dele por ta trabalhando com criança, porém, ta sendo um grande aprendizado! 
Só pra esclarecer, sou professora de LÍNGUA ESTRANGEIRA  de jovens adolescentes , e dessa vez agarrar esse desafio infantil dado ta sendo de grande aprendizado pra mim e eu preciso demais disso e não to podendo deixar escapar essa experiencia , porém, na volta ao trabalho, eu reconheço que é muito difícil manter a amamentação,mas existem muitos caminhos alternativos para transformar essa dificuldade em algo possível.




                                                    ( Alguns alunos do segundo ano ) 

 Como por exemplo se não puder ou não quiser tirar o leite no trabalho, você pode fazer como eu : substituir as mamadas do dia por outro tipo de leite e outras alimentações como papinhas, caldos e sucos e até mesmo pedaços e deixar para amamentar antes de sair , um boa amamentada  e ao voltar, no final do diaNas primeiras semanas depois da sua volta, é bem possível que você sinta seus seios bem cheios nos horários de mamada e que eles vazem, mais você pode  usar absorventes para seios a fim de evitar marcas ou manchas nas roupas. 


Mais é bom ressaltar e lembrar, que sua produção vai cair, e que o leite que seu corpo produz talvez não seja suficiente para satisfazer o bebê então isso só vai ajudar ainda mais nesse momento né? ;)

O pediatra pode ajudá-la montando  a partir dos 6 meses, um bom cardápio incluindo outros alimentos para substituir as mamadas.Ressalto ainda, pelo menos, SEIS meses de amamentação exclusiva. 


Agora, se você quiser manter sua produção de leite materno a mil como muitas que eu conheço fazem , você pode utilizar uma bombinha de boa qualidade para ordenhar o leite uma ou duas vezes durante o expediente, mais é muito cara , então você também pode tentar a ordenha manual ...Você tem direito a duas ou uma hora de lanche, até o bebê fazer 6 meses  então ....  você guarda bem o leite extraído, em geladeira, para que possa ser dado ao bebê por outra pessoa no dia seguinte .Se não houver geladeira ou lugar adequado, você pode aproveitar os intervalos mesmo assim, tirando o leite uma vez ao longo do expediente, mesmo que seja para jogá-lo fora. A vantagem é que você mantém a produção, ou seja, seu leite não diminui de quantidade por você estar amamentando menos. 

De qualquer jeito, quando estiver em casa, você pode continuar amamentando normalmente. Acho que trabalho não é desculpa para não AMAMENTAR e estou aqui para ressaltar exatamente isso, e afirmar pra as pessoas que acham que trabalho é um motivo bem convincente para deixar de amamentar . 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Mãe com Salto Alto. Todos os direitos reservados.
Editado por: La Cerejinha Design.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo