21 fevereiro 2013

Escolha do nome do bebê.



ÊÊÊÊ!
Estão aumentando o número do meu grupo social de mães ;)
kkkkkkkkkkkkkk
Muitas agora já estão recebendo a oportunidade de serem mães ;)
Ou seja, muitos bebes vem por ai e que momento mágico não é ? Pois é! Ficamos todas ansiosas para chegada , mais antes ficamos curioooooosas para saber o sexo e assim podermos fazer o enxoval completo e escolher O NOME do nosso presentão.
E é exatamente disso que vou falar aqui, a "Escolha do nome". Durante a gravidez,  sempre tem alguém perguntando e opinando obre o nome do seu bebê. Mãe, sogra, tios, amigos... todos têm seus nomes preferidos e muitos vão torcer o nariz quando você pronunciar as opções em que pensou.

O que leva à escolha de determinado nome é a emoção, o amor, a familiaridade, as lembranças, a sonoridade. Existem os pais práticos, que vão pelos nomes da moda e não se dão ao trabalho de descobrir os significados,kkkkkkkkkkk e os que estudam e procuram o que quer dizer pra decidir de acordo com seu modo de pensar (eu kkk).
Eu optei pelos nomes perenes , que são principalmente os bíblicos, como Pedro, Lucas, José e Maria. Já os de moda seguem tendências vindas dos livros, do cinema, do rádio e, hoje, principalmente da TV. Segundo a linguista Maria Vicentina do Amaral : “Na sociedade, existem picos de nomes simples e complicados. Há poucos anos, quanto mais letras dobradas, sem valor fonético (como “h”), ou pouco usadas (como “y”e “w”), melhor era o nome. Hoje, os simples estão em alta”.

                                            Abaixo : minha barriga e minha escolha. 



Antigamente, os cartórios nem registravam nomes grafados de forma incorreta. Eles tinham uma cartilha para consultar e corrigiam antes de escrever no documento. Atualmente, os pais são os únicos responsáveis pelo nome que vão dar aos filhos. Então, na hora  de escolher, não leve em conta apenas a sonoridade do nome. Procure conhecer e se identificar também com o significado.Acho também que você deve evitar formas linguísticas que você não conhece. Por exemplo, nomes japoneses, se você não domina a língua. kkk. Também pense nos apelidos que aquele nome pode trazer, talvez você não goste tanto deles e não tem como controlar apelidos. Tente  falar em voz alta o nome e o sobrenome da criança . Veja se a sonoridade entre eles combina.Muito cuidado com nomes exóticos e de difícil pronúncia. Lembre que seu filho vai carregá-lo para o resto da vida.Economize nas letras dobradas e sem função. Elas só vão fazer com que você e seu filho tenham de soletrar o nome mais vezes.

Mais depois de todas essas dicas , mesmo depois que o nome estiver devidamente decidido, nada impede que você mude assim que olhar para o rostinho do bebê. Essa emoção do primeiro contato deve ser levada em consideração. kkkkkkkkkkkkkkkk 

                    Abaixo, o dia em que o chamei olhando em seus olhos de : PEDRO LUCAS ;)


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Mãe com Salto Alto. Todos os direitos reservados.
Editado por: La Cerejinha Design.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo