19 janeiro 2016

Palpites que mais irritam as mães

Toda mãe gosta de dividir experiências. Não há dúvidas de que sempre que alguma amiga conta algum fato sobre o filho/a, na hora pensamos como foi com os nossos, ou como faremos com os nossos. E é verdade também, que desde que a mulher anuncia que está grávida, começa a receber milhares de palpites sobre a maternidade. O fato é que criar um filho é algo muito particular. O que é bom e deu certo para um, pode não ser para outro. Existem mil teorias, e cada um faz aquilo que considera o melhor pro seu filho. Não temos como julgar. E pode ter certeza, que pro teu filho, tu és a melhor mãe/pai do mundo! Mas como os palpites sempre virão, e em algum momento nos deixarão de Fralda Cheia, reuni alguns palpites para vocês em vídeo. Quem nunca ouviu algum destes?
  Mas sabe que isso tem um lado bom? Porque os palpites te obrigam a se definir como mãe, a descobrir o seu jeito próprio de cuidar do seu filho. De dar o peito, de colocar para dormir, de fazer a papinha, de impor limites, de dar carinho! É claro que não estou falando que você deva ignorar todas as opiniões alheias: muitas são exatamente a luz que você estava procurando! E a maternidade é sábia até nisso: com o tempo, você vai descobrindo como distinguir entre um mero palpite e a ajuda de que toda mãe precisa.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Mãe com Salto Alto. Todos os direitos reservados.
Editado por: La Cerejinha Design.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo