15 março 2013

Natação para bebês – benefícios





A natação é uma excelente ferramenta para o melhor desenvolvimento da criança. Sem dúvida, 
a natação infantil é o primeiro e mais eficaz instrumento de aplicação da Educação Física no 
ser humano. O bebê já é adaptado ao meio líquido desde a gestação onde são capazes de 
fazer movimentos natatórios, demonstrando uma série de reflexos, comuns na primeira 
infância. Os principais benefícios que a prática regular da natação promove para os bebês de 6 a 24 
meses de idade, tais como benefícios físicos, orgânicos, sociais, terapêuticos e recreativos.






A natação é importante para o desenvolvimento físico, para 
a formação cognitiva e afetivo-social da criança desenvolvendo sua personalidade e 
inteligência. Já foi observado em estudos que crianças têm inclusive um rendimento escolar 
melhor na alfabetização quando iniciadas precocemente na natação. A partir do 6° mês de 
vida, a adaptação do bebê no meio líquido já está indicada. Normalmente as aulas de natação 
são ministradas junto com os pais na piscina até os 03 anos de idade, para que as crianças 
tenham condições de aprender com segurança, transformando o medo do desconhecido em 
um ambiente alegre e de prazer. 






Os pais ao matricularem seus filhos na natação têm geralmente em mente ensinar o 
filho a nadar, para terem a proteção do filho nas águas. O que muitos não sabem é que as 
vantagens são inúmeras. Estas vantagens ocorrem porque a criança, principalmente em seus 
primeiros anos de vida, passa por um processo intenso de desenvolvimento e maturação. Até 
os cinco anos de idade, ela tem a capacidade de ter 90% do seu cérebro preparado para o 
futuro






O bebê já é adaptado ao meio líquido desde a gestação e estando acostumado ao 
meio líquido desde a fase uterina, pode exibir uma performance que encanta e até surpreende quem assiste a uma aula de natação para crianças. O contato com a água ainda nos primeiros 
meses de vida favorece a saúde e proporciona um momento de prazer e descobertas para os 
bebês .


Sob os cuidados de profissionais capacitados, os bebês são capazes de executar 
diversos movimentos natatórios, demonstrando uma série de reflexos, comuns na primeira 
infância. Tudo através de atividades que busquem facilitar o 
desenvolvimento de órgãos sensoriais das crianças, como o tato, a audição, a visão e o olfato.






A natação proporciona aos bebês benefícios físicos, orgânicos, sociais, terapêuticos e 
recreativos, melhora a adaptação na água, aprimorando a coordenação motora, noções de 
espaço e tempo, prepara o psicológico e neurológico para o auto-salvamento, aumento da 
resistência cárdio-respiratória e muscular. A natação ajuda também a tranqüilizar o sono, 
estimular o apetite, melhorar a memória, além de prevenir algumas doenças respiratórias.



No entanto, há certos cuidados necessários, nomeadamente o programa de vacinas 
deve estar atualizado e é fundamental ter atenção às condições de higiene, segurança e 
conforto das piscinas, tal como a temperatura e o pH da água devendo estar, respectivamente, 
entre os 28ºC a 32 ºC e os 7,2 a 7,8, e deve ser tratada preferencialmente por ionização 
através de raios ultra-violeta e/ou eletrólise de sal para permitir um baixo teor de cloro, deve ter 
uma renovação de ar adequada para eliminação de cheiros e ar viciados (cloroaminas), deve 
haver número suficiente de objetos com diferentes cores, tamanhos e formatos, o horário da 
aula não deve coincidir com os horários do sono e da alimentação da criança.







As aulas de natação para este público têm menor duração (entre 30 e 45 minutos) uma 
vez que o sistema termo-regulador do bebê ainda não se encontra tão bem desenvolvido e, 
também, pelo fato de sua capacidade de atenção ser menor tornando cansativas atividades 
com grande tempo de duração.





A recreação aquática é tão fundamental que praticamente toda a aula deve ser 
ministrada de forma lúdica e recreativa, quer seja na forma de jogos cantados ou na iniciação 
dos fundamentos básicos, como o batimento de pernas e braços, ou mergulhos. Brincando, os 
bebês têm uma melhor assimilação dos exercícios, e o mais importante, aprendem a associar 
atividade física com prazer, fortalecendo sua auto-estima e autoconfiança.


Procure seu profissional e matricule, eu faço na http://www.google.com.br/imgres?imgurl=http://3.bp.blogspot.com/-fhB-2K8h72I/Ta9kVkTXh5I/AAAAAAAAAAQ/9IXRhNqVrxA/s1600/4710504567_6f7179c1b1_o.jpg&imgrefurl=http://academiafitness2011.blogspot.com/2011/04/blog-post.html&h=480&w=640&sz=52&tbnid=SVKCtT7YjK14kM:&tbnh=92&tbnw=122&zoom=1&usg=__Y5WnByo2QtZII2zPxJReLY8Co6Y=&docid=fWUKF9Tm_x9diM&sa=X&ei=OXlDUf2CDam20QGwuYCwBg&ved=0CJEBEPUBMA0&dur=849.

 E o telefone pra contato é o : http://www.omb100.com/campinagrande/anuncio/academia-fitness-151974


                                        Espero que tenham gostado das dicas , beeeeeeeijos ! 











Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Mãe com Salto Alto. Todos os direitos reservados.
Editado por: La Cerejinha Design.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo