25 março 2013

Brotoejas

Mais uma vez aqui mamães !

Bom... Pra começo de conversa, o nome do que eu vou falar hoje além de ser muito feio, incomoda muito as mamães. São elas, as : Brotoejas! 

O efeito que elas deixam na pele dos nossos bebês é o suficiente para preocupar qualquer mamãe. Mas a verdade é que essas bolinhas rosadas que coçam são quase sempre algo bem simples de tratar. E mais: servem de alerta para repensar se os cuidados com as crianças estão adequados ou não. Me culpei demais nesse momento!

Para evitar e combater o problema é arejar: nada de empacotar o pequeno com agasalhos, roupas quentes e tal . Em geral, cuidados básicos dão conta dessas erupções cutâneas – salvo os casos de irritação extrema ou até infecção, quando uma pequena camada de pus se forma na bolinha. Se elas persistirem, ai sim, é hora de procurar um dermatologista.
Ainda bem que nada disso aconteceu com meu bebê. 

A denominação científica da brotoeja é miliária. Trata-se de bolinhas que pipocam na pele, especialmente no pescoço, tronco, ombros e rosto — embora possam surgir no corpo todo. O uso excessivo de roupas é o principal gatilho do incômodo nas crianças. As brotoejas vêm à tona porque as glândulas sudoríparas, as responsáveis por produzir o suor, ficam sufocadas. 
Pedro acaba suando muito porque é muito gordinho e qualquer uso de roupas com mais de 2 horas sem troca, dá isso no neném, as dobras facilitam o acúmulo de suor, o que favorece a ocorrência das brotoejas.
Mais o sol também têm culpa no cartório né gente ? Vamos combinar que aqui em Campina Grande ta quente demaaaaaaaaais

Na semana em que apareceram as brotoejas em Pedro, já fiquei agoniada e decidi fazer umas mudanças como manter o quarto que ele dorme ainda mais  arejado, fugir de roupas sintéticas, evitar exposição excessiva ao sol, refrescar ele no calor, dá 5 banhos no dia e não agasalhá-lo ( o que eu já não fazia ) em excesso no frio .

Dizem que as brotoejas vão regredindo naturalmente, conforme a pele volte a respirar, mais eu sou muito agoniada, não ia aguentar ver o pescoço do meu filho todo cheio de bolinhas, pensando que talvez aquilo tivesse coçando horrores . Então, um procedimento comum para aliviar a coceira é colocar um pouco de maisena na água do banho , eu fiz mais não saíram as bolinhas , se aliviou a coceira, pois bem, mais as bolinhas continuaram, quando eu ia  secar ele eu evitava raspar a toalha na pele dele porque eu notei que ele se incomodava após o banho que eu enxugasse, e também nesse período troquei de toalha, fiquei usando um lençolzinho de tecido bem gostoso e macio pra não machucar. Enfim, tava abusando da delicadeza né ? 
Mais antes de eu falar qual foi a solução mesmo , além de todos esses extras cuidados , vejam como tava o pescoço dele :



Aí, eu conversando com uma amiga minha, ela me falou que o filho dela já tinha tido , e ela passou um talco liquido , que deu super certo e ele é ótimo mesmo, posso dizer até que ele me fez sorrir novamente kkk. Ele custa por volta de 50 R$ no máximo , e você aplica na área atingida pelo o excesso de calor . Mamães, ele salvou o pescoço do meu filho !
Nunca vi um dinheiro tão bem gasto,o talco é AMILIA . 




Eu apliquei a noite , e pela manhã do outro dia o pescoço de Pedro ficou assim , vejam :




Continuei aplicando durante o dia, após os banhos e no outro dia pela manhã olhe como já estava :




Novinho Novinho ! 


O pescoço do meu neném tá novinho de novo , graças ao talco líquido e todos os tantos cuidados que tive durante o período e se eu já tinha cuidado agora é  que continuarei a ter ainda mais , cuidado Máximo ! 




 É importante que a mãe se mantenha atenta para que a temperatura do bebê esteja afinada com a do ambiente ;)



Amilia, super recomendo ! 


Espero que tenham gostado das dicas, Boa noite ! 





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Mãe com Salto Alto. Todos os direitos reservados.
Editado por: La Cerejinha Design.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo